Pontos Turísticos de Goiânia

Na hora de pensar seu roteiro para Goiânia conhecer as principais atrações é o ideal. Dessa forma, você otimiza seu tempo e explora cada cantinho especial do melhor jeito.

Conheça os principais pontos turísticos de Goiânia.

Pontos Turísticos de Goiânia

  • Letreiro Eu amo Goiânia: Se você adorar tirar foto com o nome das cidades onde visita, não deixe de ir até a Praça do Sol no Setor Oeste e tirar a foto com o letreiro eu amo Goiânia. Nessa praça tem um parquinho infantil e um parque para cachorros. Aos domingos a partir das 16 horas ocorre também a Feira do Sol. Nela são vendidas roupas, comidas, artesanato e outros.Endereço: Rua 9 – Praça do Sol – Setor Oeste

Letreiro Eu amo Goiânia

  • Centro Cultural Oscar Niemeyer: O Centro Cultural é composto por uma praça de 26 mil metros quadrados, pelo Museu de Arte Contemporânea, pelo Palácio da Música e por uma Biblioteca. Nos finais de semana e nos finais da tarde o local fica repleto de jovens e crianças andando de skate, patins e bicicleta. Endereço: Av. Dep. Jamel Cecílio, 4490 – Setor Fazenda Gameleira
  • Memorial do Cerrado: O memorial retrata desde a origem do planeta Terra até a chegada dos portugueses ao Brasil. É um local único, que reúne história, cultura e muita natureza. O local é enorme. É composto pelo Museu de História Natural, pela Vila Cenográfica Santa Luzia, pela Fazenda Baraúna e pela réplica em tamanho real de uma aldeia indígena e de um quilombo do cerrado. Endereço: PUC-Goiás – Campus II na Av. Engles, s/n Jardim Marilisa. Horário de Funcionamento: De terça a domingo das 7:00 às 17:00.

Memorial do Cerrado

  • Museu Pedro Ludovico Teixeira: O Museu é na verdade a casa onde Pedro Ludovico viveu. Em estilo art decó, foi construída em 1934. Lá estão expostos objetos pessoais do fundador de Goiânia: Pedro Ludovico e de sua esposa. A visita é guiada e gratuita. Endereço: Rua D. Gercina Borges Teixeira, 133 – Centro. Horário de Funcionamento: De terça a sexta das 9 às 17 horas; Sábados, domingos e feriados das 9 às 15 horas.

Museu Pedro Ludovico Teixeira

  • Museu Zoroastro Artiaga: Inaugurado em 1946 foi o primeiro museu de Goiânia. Nele você poderá ver objetos relacionados aos índios de nossa região. Sua arquitetura em art déco é um charme a parte. O acervo do museu é de mais de quatro mil peças, algumas delas sobre a cultura indígena e ao folclore. Endereço: Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira, 13 – Horário de Funcionamento: De terça a sexta das 9 às 17 horas; Sábados, domingos e feriados das 10 às 15 horas.

Museu Zoroastro Artiaga

  • Beco da Codorna: É um museu de arte urbana localizado no centro da cidade. É um local para quem adora grafites. Lá você encontrará vários deles. O mais famoso foi pintado por Dequete. Endereço: Av. Anhanguera, 5331 – Centro.

Beco da Codorna

  • Monumento às Três Raças: Esse monumento, cujo nome oficial é Monumento a Goiânia é uma escultura de bronze e granito esculpido por Neusa Morais em 1968. É uma homenagem à miscigenação entre as etnias branca, negra e indígena que deu origem ao povo goiano. Endereço: Praça Cívica – Centro.

Monumento às Três Raças

  • Praça Cívica: Praça Doutor Pedro Ludovico Teixeira, mais conhecida como Praça Cívica, foi construída em 1933. Foi também o marco inicial da construção de Goiânia. Nela estão localizadas o Palácio das Esmeraldas (residência oficial do Governador), o Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o Museu Zoroastro Artiaga e o Monumento às Três Raças. Endereço: Praça Cívica – Centro

Praça Cívica

  • Catedral Metropolitana de Goiânia: A Catedral Metropolitana Nossa Senhora Auxiliadora foi a primeira Igreja católica de Goiânia. Ela foi construída em estilo moderno-eclético, com influência de alguns estilos europeus da arte sacra moderna, como o neorromântico, neobasilical e neogótico. Endereço: Praça Dom Emanuel, s/n – St. Central.
  • Parque Flamboyant: Um dos principais cartões postais da cidade, o Parque Flamboyant fica localizado no Jardim Goiás. É um lugar lindo, como pista para caminhada, ciclovia, jardim japonês, 2 lagos e parquinho infantil. Às sextas-feiras a partir das 17 horas ocorre uma feirinha com várias opções de comida. Endereço: Rua 15, 103 – Jardim Goiás.
  • Parque Vaca Brava: Se você perguntar em Goiânia onde fica localizado o Parque Sulivan Silvestre provavelmente a resposta será não sei. O parque tem esse nome mas é conhecido como Vaca Brava, porque ele é chamado assim já é outra história… Ele fica localizado em frente ao Goiânia Shopping no Setor Bueno. Endereço: Av. T-10, s/n – St. Bueno.

Parque Vaca Brava





  • Bosque dos Buritis: O Bosque dos Buritis é um dos cartões postais da cidade e também um dos parques mais antigos. Possui 141.500 metros quadrados. É cercado por árvores, lagos, e várias plantas rasteiras. No local também está localizado o Monumento a Paz Nacional, o Museu de Arte de Goiânia e um orquidário. Endereço: Rua 1. 605 – Setor Oeste.
  • Lago das Rosas: foi construído na década de 40 e é o parque mais antigo da cidade. Lá também é localizado o zoológico de Goiânia, um lago com pedalinhos, pista para caminhada e parquinho infantil. Endereço: Alameda das Rosas, 957 – St. Oeste.
  • Jardim Botânico: O Jardim Botânico Amália Hermano Teixeira foi inaugurado em 1978 e é a maior área verde de Goiânia. Lá você poderá apreciar um pouco mais das belezas do cerrado. Lá também tem lago e pista de caminhada. Endereço: Entre a Alameda do Contorno e as Avenidas Botânico, Jardim Botânico e Antônio de Queiroz Barreto no Setor Pedro Ludovico.

Jardim Botânico

  • Pôr do sol em Goiânia: O pôr do sol de Goiânia é um show a parte. Então se estiver programando conhecer a cidade, reserve um tempinho no seu roteiro para assistir a um belíssimo pôr do sol no Gra Rooftop. O pub fica localizado no Edifício Órion no Setor Marista. O Gra Rooftop foi inaugurado no mês de julho de 2018, sendo considerado o bar mais ALTO DO BRASIL!!! Endereço: Av. Portugal, 2653 – Setor Marista. Horários de funcionamento: quinta e sexta a partir das 18 horas; sábados e domingos a partir das 16 horas.

Pôr do sol em Goiânia

Atrações Turísticas e Eventos Goiânia

O grande acervo arquitetônico encontrado na cidade, os parques e a boa gastronomia faz com que Goiânia tenha seu destaque no turismo, principalmente os de negócios, no qual a cidade é referência no país, principalmente por conta da localização central no Brasil e a infraestrutura urbana. A rede hoteleira ainda deixa a desejar, contudo tem tido crescimentos.

Ao contrário de várias cidades na maior parte do Brasil, Goiânia não possui uma tradição carnavalesca. Quando chega o carnaval, a cidade fica vazia. Com isso, a maior parte da população se desloca para o interior de Goiás, para cidades como Caldas Novas, Goianésia e Jaraguá. Dois motivos podem explicar a nula comemoração do carnaval em Goiânia: a diminuição do público apreciador de música popular e a maior procura por festas no interior, diretamente relacionada a um maior poder aquisitivo da classe média.

Uma das principais atrações da capital goiana são as feiras. Espalhadas em vários bairros e dias da semana, movimentam a cidade. A principal delas é a Hippie, a maior feira a céu aberto do Brasil. Realizada nos domingos há mais de 40 anos, possui mais de seis mil expositores com vários tipos de produtos que atraem pessoas do Brasil inteiro, principalmente das regiões norte e nordeste do Brasil. A Feira da Lua, criada em 1993, é voltada à população com um maior poder aquisitivo, principalmente por se localizar no bairro Oeste, um dos mais nobres de Goiânia. A média é de dez mil pessoas a cada sábado, dia em que a feira é realizada.

Artes Visuais, Patrimônio Histórico e Arquitetura de Goiânia

Goiânia possui vários museus, como o Museu de Arte Contemporânea, que exibe e estimula a arte contemporânea. Inaugurado em 1988, tem 500 obras expostas e promove, também, mostras temporárias e eventos locais. Em 1969, foi criado o Museu de Arte de Goiânia. Ele foi o primeiro museu público municipal de artes plásticas em toda a região centro-oeste e, atualmente, faz parte do Bosque dos Buritis. O Museu Pedro Ludovico Teixeira era o lar do interventor da cidade. Transformado em museu desde o ano de 1987, foi tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual. Dentro do local, são encontrados documentos originais, vestimentas, entre outros objetos, além da biblioteca particular de Ludovico.

O município também possui esculturas ao ar livre que representam um pouco da história da cidade, como o Monumento às Três Raças, um dos principais cartões-postais de Goiânia. Ao projetá-la, a artista plástica Neusa Moraes simbolizou a miscigenação das três raças: branco, negro e índio. O Monumento à Paz Mundial, por sua vez, é uma ampulheta de cinco metros de altura com quinhentas toneladas, que abriga terras de vários países, construído por Siron Franco. Há, também, o Relógio da Avenida Goiás. Inaugurado no ano de 1942, tornou-se um dos primeiros pontos de referência da capital goiana. Além destes pontos, existem várias esculturas e monumentos de destaque em todo o município. Nos prédios espalhados pela cidade, principalmente no bairro Centro, o estilo art déco que inspirou arquitetos do chamado Velho Mundo também influenciou construtores de Goiânia. Os pontos na cidade em Art Déco são os únicos patrimônios tombados pelo IPHAN – Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico no país em 2003. Em contrapartida, desde a década de 2010, a situação do patrimônio arquitetônico de construções antigas é alvo de críticas. Segundo especialistas, a região central de Goiânia, que concentra a maioria dos locais mais antigos do município, está em situação de abandono.

Vida Noturna e Culinária de Goiânia

As noites goianienses são marcadas por seus bares, restaurantes, praças e espaços de lazer e entretenimento. Vários bairros da cidade são marcados por vários tipos de estabelecimentos de atividade noturna, dentre bares, cafés, casas de espetáculo e danceterias que atendem aos mais diversos públicos, dos mais conservadores aos mais vanguardistas e irreverentes.

A culinária goianiense possui as mesmas características encontradas em seu estado. Possui forte ligação com as cozinhas mineira e baiana. O uso do pequi e o da guariroba são comuns no arroz. A pamonha, a galinhada e o empadão goiano são alguns dos pratos típicos da capital goiana. Os cafés da manhã são marcados com pão de queijo, cuscuz, biscoitos fritos, entre outros alimentos. Já o destaque das sobremesas está no uso de frutas, como a mangaba, jenipapo, jaca, caju e manga. Os doces são feitos predominantemente à base de leite

Pontos Turísticos de Goiânia
5 (100%) 2 votos




Deixe seu comentário