Delegacia da Mulher Goiânia

Delegacia de Defesa da Mulher, mais conhecida como Delegacia da Mulher Goiânia, é um órgão público brasileiro criado para o combate à violência contra as mulheres. A primeira unidade foi inaugurada no estado de São Paulo em 6 de agosto de 1985 durante o governo Franco Montoro.

A partir de sua criação, surgiram mais delegacias em outros estados do Brasil. Trinta anos depois, só no estado de São Paulo, havia 131 unidades, 24 na capital e região metropolitana e 107 no interior do estado.

Delegacia da Mulher Goiânia

A Delegacia da Mulher tem por princípios:

  • Assegurar tranqüilidade à população feminina vítima de violência, através das atividades de investigação, prevenção e repressão dos delitos praticados contra a mulher;
  • Auxiliar as mulheres agredidas, seus autores e familiares a encontrarem o caminho da não violência, através de trabalho preventivo, educativo e curativo efetuado pelos setores jurídico e psicossocial.
  • Delegacia Especial da Mulher Goiânia Formas de Violência

    Formas de violência doméstica e familiar contra a mulher:

    • física: entendida como qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde corporal;
    • psicológica: entendida como qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da autoestima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação;
    • sexual: entendida como qualquer conduta que a constranja a presenciar, a manter ou a participar de relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força; que a induza a comercializar ou a utilizar, de qualquer modo, a sua sexualidade, que a impeça de usar qualquer método contraceptivo ou que a force ao matrimônio, à gravidez, ao aborto ou à prostituição, mediante coação, chantagem, suborno ou manipulação; ou que limite ou anule o exercício de seus direitos sexuais e reprodutivos;
    • patrimonial: entendida como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades;
      moral, entendida como qualquer conduta que configure calúnia, difamação ou injúria.

    Delegacia Especial da Mulher Goiânia Violência Doméstica

    Configura violência doméstica e familiar contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial:

    • no âmbito da unidade doméstica: compreendida como o espaço de convívio permanente de pessoas, com ou sem vínculo familiar, inclusive as esporadicamente agregadas;
    • no âmbito da família: compreendida como a comunidade formada por indivíduos que são ou se consideram aparentados, unidos por laços naturais, por afinidade ou por vontade expressa;
    • em qualquer relação íntima de afeto, na qual o agressor conviva ou tenha convivido com a ofendida, independentemente de coabitação.

    Delegacia Especial da Mulher Goiânia o que fazer se houver agressão

    Se acontecer alguma agressão você deverá:





    • Vá até a Delegacia da Mulher e relate o ocorrido. Você será orientada sobre o que fazer.
    • Em caso de estupro é importante procurar a Delegacia da Mulher nas primeiras 72 horas, você será encaminhada para atendimento hospitalar conveniado e terá uma gama maior de serviços à disposição. Se esse prazo passou, mesmo assim, procure a Delegacia da Mulher, para registro da ocorrência e será orientada sobre os outros aspectos;
    • não jogue as roupas fora, traga-as para a Delegacia da Mulher quando vier fazer a denúncia.
    • Quando o autor da agressão for desconhecido procure guardar a aparência física, das roupas ou de outros detalhes que ajudem a identificá-lo.
    • Se puder, no momento da denúncia, traga seus documentos pessoais e endereço completo.
    • Se o autor for conhecido, se possível, nos informe: o nome, endereço e o maior número de informações.

    Na Delegacia da Mulher todas as informações prestadas são sigilosas e os sofrimentos enfrentados pelas vítimas são respeitados. Todas as providências necessárias de auxílio à mulher são tomadas, para a mais breve solução das denúncias.

    Vagas Delegacia Especial da Mulher Goiânia – Trabalhe Conosco

    Não existe um curso específico para formar policiais civis. Quem deseja trabalhar na Polícia Civil deve prestar concurso público e, depois de aprovado, passar por um curso de formação da própria Polícia. Normalmente o concurso acontece em várias etapas e os candidatos devem cumprir algumas exigências. Elas variam conforme o cargo escolhido, mas de modo geral é preciso preencher os seguintes requisitos básicos:

    • Ser brasileiro
    • Estar em dia com as obrigações militares (no caso de candidatos do sexo masculino)
    • Estar em dia com as obrigações eleitorais
    • Estar com o CPF regularizado
    • Ter curso superior completo
    • Ter idade mínima de 18 anos (alguns editais exigem idade mínima de 21 anos e para alguns cargos a idade máxima é de 45 anos)
    • Ter aptidão física e mental
    • Não possuir antecedentes criminais
    • Ter carteira de habilitação com categoria B, no mínimo
    • Ter conduta irrepreensível na vida pública e privada

    Cada estado é responsável por lançar o edital dos concursos e definir quais serão as etapas de classificação. Geralmente existe uma prova escrita, uma prova de títulos (para os cargos que exigem uma formação específica), testes físicos e psicológicos. Esses testes são realizados na academia de polícia e incluem flexões, abdominais e avaliação de resistência, entre outros.

    Quem pretende entrar para a Polícia Civil deve ler com bastante atenção o edital do concurso. Este documento contém todas as informações sobre como o processo seletivo vai acontecer: quais vagas são oferecidas, quem pode se inscrever, as datas das provas, as matérias que devem ser estudadas para a prova escrita, o tipo de exigência para os testes físicos, etc.

Horário de Funcionamento Delegacia da Mulher Goiânia

  • 24 horas

Endereço e Telefone Delegacia da Mulher Goiânia

  • Rua 24, 203 – St. Central – Goiânia – GO
  • Telefone: (62) 3201-2801

Mapa de localização:

Delegacia da Mulher Goiânia
4.8 (95.91%) 93 votos